sexta-feira, 24 de junho de 2011

A ARTE DO DESAPEGO

Devo declarar: tenho mania de arrumação! Uma diversão garantida para mim seria alugar uma caçamba e ir jogando tudo dentro dela (coisas inúteis, coisas quebradas, coisas que juntamos não sei porque, etc). Há algum tempo adotei a prática de sempre que adquiro algo novo, me desfaço de algo antigo doando ou caso seja algo sem utilidade, jogando fora mesmo. E vou contar que tenho percebido que quando resolvo fazer uma destas faxinas mais apuradas no guarda-roupa , vai acontecendo também uma faxina na alma... 
Desde que comecei a exercitar o desapego venho colhendo os frutos que vão desde leveza até sentimento bom por ajudar ao próximo. Exemplo: eu tinha uma blusinha de alça, linda, toda coloridinha, muito charmosa, mas que vestia MAL. Eu não conseguia me desfazer dela pelo simples fato de que me enchia os olhos a beleza da estampa. Assistindo ao jornal um dia vi aquela notícia da Região Serrana do Rio, quando houveram deslizamentos, rios transbordando e quedas de barreiras, ocasionando a muitas pessoas perda total de suas casas!! Fiquei meio aterrorizada pelas imagens e como colaboro com a "Força do Bem" que é uma espécie de  equipe de ajuda , já tratei de ir mexer nos armários lá de casa para juntar coisas para doar. Foi então que mais uma vez me deparei com a tal blusinha fofa. Confesso que passei por ela e já me desviei procurando outras coisas, mas minha consciência doeu enfim: "pôxa minha filha, você não usa esta blusa há muito tempo,ela é linda sim, mas não te veste bem e pode alegrar de verdade a vida de quem está sofrendo...". E então pratiquei pela primeira vez de forma CONSCIENTE a arte do desapego.
Posso falar? DESAPEGO VICIA, GENTE!!! É muito bom este sentimento de clareza onde entendemos que tudo na vida passa, que um dia estamos bem financeiramente e no outro podemos necessitar de ajuda, que as coisas não devem ter valor maior do que os sentimentos.
E desde então me desapeguei geral, às vezes até sonho que estou juntando coisas para doar e acordo com isto em mente e já vou separar mais doações! E é incrível como doamos coisas num dia e se voltarmos a buscar outras coisas na semana seguinte sempre achamos algo, nem que seja um par de chinelos!
E assim a alma vai ficando mais tranquila, temos uma sensação de dever cumprido e de paz interior que é mais gostosa do que a sensação de comprar uma roupa maravilhosa!
Então minha dica de hoje é: exercite-se espiritualmente, faça uma faxina na sua alma!! Vocês verão como os benefíicios vão fluindo dentro de nós...
Beijos e até breve.

PS: caso queiram acompanhar as ações da Força do Bem, eles estão no Facebook.

3 comentários:

Jéssica disse...

Ei Patrícia! Mto bacana o post!!
Realmente esse "desapego" faz mto bem p/ alma! Ajudar ao próximo eh sempre bom neh?!
Beijos!!

Bárbara Saldanha disse...

Vc tinha razão... esqueci de comentar nesse texto tão bacana... e por coincidência falamos sobre isso no final de semana, né?! Acredito que estamos num ciclo vicioso do bem, onde cada um faz a sua parte e juntos conseguimos fazer um pouquinho e mais um pouquinho e mais e mais... parabéns pelo texto e pelo exemplo que é pra mim e pra nossa família. Beijo carinhoso.

Cyrce Queiroz disse...

Oi Patrícia, acabei achando seu blog por acaso! To adorando os posts e me identifico muito com o que vc fala. Quanto ao desapego, adoro tirar coisas do armário, muitas eu doô, outras eu troco com amigas, em feiras de troca e até no meu blog para quem quiser trocar comigo!
Bjos
www.frombrasoca.blogspot.com