quarta-feira, 29 de junho de 2011

COMO PERDER UMA VENDA



Esta figurinha aí é para mostrar meu estado de espírito. Explico...Ontem fui a uma loja comprar um vestido que vi num catálogo. Lindo, moderno, um arraso! Mas,como acontece várias vezes em nossa vida nem tudo que fica bom no manequim, veste bem né. Até ficou bonito mas o que me incomodou foi um decote gigante nas costas, que pelo catálogo não parecia sexy além da conta.
Agora vem a parte que justifica os dentes raivosos acima... Eu virei para a vendedora e disse: "nossa ficou lindo, mas este decote para mim é exagerado, visto que sou mãe de dois meninos e já não me sinto à vontade com o corpo assim tão exposto". Resposta infeliz da vendedora: "não, imagina, tem este pneuzinho aqui mas você está INTEIRONA". Gente, cadê alguém para esganar esta criatura??? Inteirona uma ova! Isto pra mim foi pior que "coroa enxuta" rsrsrs!
Que raivaaaaaaa! Dei então uma boa olhada na vendedora, que tem por volta de uns 22/23 anos e vou falar uma coisa com sinceridade: ela tá bemmmmm pior do que eu! Barriga saindo pra fora da calça cintura super baixa, pneus laterais gigantescos (muito maiores que  meus tímidos pneuzinhos), enfim, nada que  a habilitasse a me classificar como inteirona.
Lógico, virei as costas e fui embora.
Daí comecei a me perguntar: por que será que isto me deixou com tanta raiva? Concluí o seguinte: eu sendo extremamente autocrítica já me ponho muitos defeitos, mas ouvir besteira de uma completa estranha, aí, pisou no meu calo! Só eu posso achar defeito em mim e se alguém achar pode guardar para si próprio,  pleaseeeee?!
Mas, assim é a vida... E como já comentamos aqui, existem problemas e existem besteiras, então com a mesma facilidade da moçoila vou classificar este episódio como uma besteira qualquer. Deixa pra lá né minha gente.

Bjos a todos

sexta-feira, 24 de junho de 2011

A ARTE DO DESAPEGO

Devo declarar: tenho mania de arrumação! Uma diversão garantida para mim seria alugar uma caçamba e ir jogando tudo dentro dela (coisas inúteis, coisas quebradas, coisas que juntamos não sei porque, etc). Há algum tempo adotei a prática de sempre que adquiro algo novo, me desfaço de algo antigo doando ou caso seja algo sem utilidade, jogando fora mesmo. E vou contar que tenho percebido que quando resolvo fazer uma destas faxinas mais apuradas no guarda-roupa , vai acontecendo também uma faxina na alma... 
Desde que comecei a exercitar o desapego venho colhendo os frutos que vão desde leveza até sentimento bom por ajudar ao próximo. Exemplo: eu tinha uma blusinha de alça, linda, toda coloridinha, muito charmosa, mas que vestia MAL. Eu não conseguia me desfazer dela pelo simples fato de que me enchia os olhos a beleza da estampa. Assistindo ao jornal um dia vi aquela notícia da Região Serrana do Rio, quando houveram deslizamentos, rios transbordando e quedas de barreiras, ocasionando a muitas pessoas perda total de suas casas!! Fiquei meio aterrorizada pelas imagens e como colaboro com a "Força do Bem" que é uma espécie de  equipe de ajuda , já tratei de ir mexer nos armários lá de casa para juntar coisas para doar. Foi então que mais uma vez me deparei com a tal blusinha fofa. Confesso que passei por ela e já me desviei procurando outras coisas, mas minha consciência doeu enfim: "pôxa minha filha, você não usa esta blusa há muito tempo,ela é linda sim, mas não te veste bem e pode alegrar de verdade a vida de quem está sofrendo...". E então pratiquei pela primeira vez de forma CONSCIENTE a arte do desapego.
Posso falar? DESAPEGO VICIA, GENTE!!! É muito bom este sentimento de clareza onde entendemos que tudo na vida passa, que um dia estamos bem financeiramente e no outro podemos necessitar de ajuda, que as coisas não devem ter valor maior do que os sentimentos.
E desde então me desapeguei geral, às vezes até sonho que estou juntando coisas para doar e acordo com isto em mente e já vou separar mais doações! E é incrível como doamos coisas num dia e se voltarmos a buscar outras coisas na semana seguinte sempre achamos algo, nem que seja um par de chinelos!
E assim a alma vai ficando mais tranquila, temos uma sensação de dever cumprido e de paz interior que é mais gostosa do que a sensação de comprar uma roupa maravilhosa!
Então minha dica de hoje é: exercite-se espiritualmente, faça uma faxina na sua alma!! Vocês verão como os benefíicios vão fluindo dentro de nós...
Beijos e até breve.

PS: caso queiram acompanhar as ações da Força do Bem, eles estão no Facebook.

quinta-feira, 16 de junho de 2011

QUE PESTINHA!!!

Este post é dedicado ao meu irmão querido que tem 24 aninhos. Aliás, macho que é macho (segundo ele mesmo) nunca diz que tem 24, ou é 23 B ou "vou fazer 25".
Pois bem. Este sujeito, nasceu quando eu já era quase adolescente (ihhh saco, tô denunciando minha idade), então para mim estava mais para meu BEBÊ DE ESTIMAÇÃO do que para irmão propriamente dito.
Lembro como se fosse ontem, quando no último dia de aula do primeiro período da faculdade, eu o levei comigo, para exibí-lo à minha turma, afinal, ninguém tinha um bebê de estimação para exibir, só eu! E cá entre nós, ele era fofo demais, parecia um boneco destes bem desenhadinhos, sabe?
Daí ele fez bonito, minhas colegas e meus colegas adoraram o sujeitinho simpático. E eu toda feliz por estar entrando de férias, saí dirigindo com ele de volta para casa. No caminho, me deparei com um vendedor de algodão doce e fiz uma ginástica para conseguir comprar um para o lindinho da irmã, pois o trânsito estava rolando e eu meio que forcei uma parada e gritei o moço.
Mais adiante, parei o carro toda alegre e disse: - "Olha o que a Patyta comprou para você, pra comemorar as férias!!!" E dei o algodão doce para ele. O menino seriamente pegou o agrado, olhou bem na minha cara de abobada e disse: -" Patyta, você não sabe que isto faz mal não?! A mamãe nunca te contou que dá cárie e CÊ sabe se a pessoa que fez tava de mão limpa? Você não sabia? Você não sabia? Hein?" Tipo assim, me interrogando como se eu tivesse cometido um crime daqueles!!! O menino tava bravo minha gente!
E eu confesso que fiquei desconcertada, sendo chamada de inconsequente por um menino de 03 anos! Que pestinha!
Então, como ontem este mesmo menino descascou o abacaxi comigo, resolvi escrever um post pra ele. O abacaxi foi o seguinte: ele ficou injuriado pois escrevi sobre moda aqui! Ele disse mais ou menos isto: ou eu escrevo coisa divertida e útil ou ele vai fazer greve e não vai mais ler! E como faço muuuuuita questão dele por aqui, resolvi contar esta historinha que nem ele deve se lembrar, uma vez que era muito pequenininho, bonitinho, fofinho, bilu bilu... Tomara que ele tenha achado divertido ou útil né! Mas, peraí menino: as meninas me telefonaram e acharam muito boas minhas dicas resumidas sobre o que vai rolar no Verão 2012, logo... FOI ÚTIL para alguém, então tá valendo!

Um beijo a todos, até semana que vem.

quarta-feira, 15 de junho de 2011

SPFW



Traduzindo o título para meus leitores do sexo masculino que devem estar boiando: São Paulo Fashion Week. É o “bafo” do momento! E lógico, achei que mesmo sem ser nenhuma especialista em moda, valia um post, não é mesmo?
Pois bem, assisti a um ou outro desfile, estou acompanhando pela internet e tentei descobrir algo em comum entre eles ,ou seja, algumas TENDÊNCIAS para o verão 2012 (obaaa).

As que considero acessíveis e dentro da realidade de nós, meras mortais, são:

  • BRANCO:  pode vir num look monocromático, combinado com cores fortes ou ainda em fundos de estamparia;
  • FRANJAS: nas roupas e nas bolsas, longas, médias e curtas. Franja é o "it" do momento;
  • FRENTE ÚNICA: deixa-se um pouco o decote tomara que caia de lado e investe-se nas frentes únicas (amooo).
  • LIMA: é aquele tom de amarelo meio cítrico que agora apareceu, muitas vezes, misturado ao preto (este somente em detalhes, tipo alças ou cintos)
  • CALÇA CAPRI: o comprimento sobe um pouco e coloca nossas canelinhas à mostra, muito charmoso. 
Então é isto pessoal, hoje o assunto foi bem objetivo e feminino né! Só para nos mantermos antenadas mesmo. Uma ajudinha a quem está no corre corre, cuidando de estudos, trabalho, filhos, marido, casa, SOCORRO!
Mas lembrem-se: o mais importante de tudo é estar bem consigo  mesmo. Quantas vezes já nos deparamos com pessoas (mulheres principalmente) super bem vestidas, porém visivelmente desconfortáveis?? Eu sinceramente acho que não vale o sacrifício... Há muito abandonei saltos muito altos, uma vez que me provocavam dores no joelho. Sou bem mais feliz agora rsrsrs! Cada um tem que adaptar a moda ao seu próprio gosto, ao seu bolso e ao seu conforto.

Bjos, bom resto de semana.

segunda-feira, 13 de junho de 2011

"Viver e não ter a vergonha de ser FELIZ"



Começo hoje citando uma frase de Gandhi, que diz assim:

"Aprenda como se você fosse viver para sempre. Viva como se você fosse morrer amanhã."

Acontecem fatos em nossa vida que nos balançam e nos provocam um insight. Comigo foi neste domingo Dia dos Namorados quando uma querida amiga me ligou dando a triste notícia do falecimento de uma amiga dos tempos de escola. Menina feliz, alto astral, cheia de vontade de viver, mas que perdeu a luta contra uma doença. Ou talvez (assim espero), venceu a luta, já que acredito do fundo do coração, que neste exato momento ela está num lugar especial, onde não há dor, nem sofrimento - só LUZ, AMOR e PAZ
Mas o insight foi o seguinte: e se tivesse sido eu?.. Comecei a pensar em como tenho vivido e descobri que tenho vivido feito um barquinho solto no rio, seguindo o curso. E na maior parte do tempo com a testa franzida, num sério ar de "nossa que problemão"! PAREIIII!!!! Tô começando hoje uma mudança de hábitos!!! Primeiro desafio: ficar uma semana sem reclamar DE NADA! Não sei vocês, mas a mim isto parece impossível (reclamo do tempo, do trânsito, da falta de educação das pessoas,etc). E para não correr o risco de fugir ao desafio, coloquei meu marido no cargo de fiscal, pois já estou imaginando que precisarei ser alertada a qualquer momento. Hábitos são hábitos né minha gente e a maioria tem raízes profundas...Segundo desafio: vou dispensar mais atenção às pessoas quando falarem comigo, tenho uma mania de "entrar em alfa" mais ou menos no meio da conversa, tô achando até que é défict de atenção rsrsrs! 
Quem quiser, entre no desafio da não-reclamação, e vão me dando notícias! É um exercício bom viu! DIFÍCIL!!!! Mas hei de vencer!

Por hoje é só...Desejo muita vontade de viver e disposição  a todos! Bjos e até.


quarta-feira, 8 de junho de 2011

Valentine's Day (na visão de uma casada)


Antes de escrever hoje, devo avisá-los que o provedor do Blog está trabalhando com uma equipe de engenheiros para solucionar os problemas que estão ocorrendo principalmente no campo comentários,"so, be patient"...

Vamos lá! Com a proximidade do Dia dos Namorados, me sinto inspirada a contar algo do meu. Meu namorado (marido) é uma pessoa daquelas que Deus fabricou em edição limitada sabe? Sujeito bão (como diz meu pai), genrinho dos sonhos (como diz minha mãe). E devo confessar que muitas vezes fiquei aborrecida com estes comentários, pois afinal, ciúme é ciúme né minha gente...
Uma época em que eu não estava muito bem, me percebendo muito impaciente, irritada e prestes a explodir, comecei uma terapia holística por indicação de uma amiga. E lá fui trabalhando isto e outras coisinhas. Minha maior reclamação era a seguinte: "ah ele é muito parado, tenho que ficar falando para ele fazer isto e fazer aquilo..." E eu sendo super acelerada, ficava com os nervos à flor da pele!!! Daí a terapeuta me passou um exercício: ao invés de prestar atenção ao que me irritava, prestasse atenção ao que me agradava e que eu colocasse numa lista.
Gente, como somos voltados à negatividade né!! Quando comecei a prestar atenção ao meu dia-a-dia, percebi que a lista do que me agradava era IMENSA, deixando a mísera reclamação totalmente desconcertada. Engraçado isto né, de precisarmos de ajuda para ver o lado bom das coisas e das pessoas!!! Então como forma de fazer um carinho público ao meu "namorido" segue a listinha que fiz:

  • TODOS OS DIAS ele me dá nem que seja um café purinho na cama,
  • Sabe exatamente a época em que estou de TPM e sem fazer alarde, dá umas afastadas estratégicas em situações que poderiam virar briga,
  • Todas as vezes que estico a perna e olho para ele, ele prontamente pega meu pé e fica fazendo uma massagem levinha, SEM QUE EU PEÇA(!),
  • Vira e mexe chega com um sorriso mais satisfatório e me entrega um ramalhete de flores que comprou  na floricultura para eu colocar num vazinho lindo que temos,
  • Lava as vasilhas no final de semana, pois sabe que eu detesto cozinha suja, mas não quero estragar meu esmalte (rsrsrs),
  • Quando faz churrasco, monta um espeto só para mim, com carnes, cebola, pimentão e abacaxi igualzinho aqueles que a gente vê nos livros e revistas de culinária,
  • Me pergunta a todo momento, se estou tomando água na medida certa, por causa do probleminha nos meus rins,
  • É um pai super participativo, desde os primeiros dias de vida dos nossos filhotes. Daqueles que troca fralda, faz mamadeira, olha as avaliações da escola, enfim, veste a camisa!
  • E agora o principal: jura de pés juntos que o corpo da Juliana Paes não é tão bonito assim, nem da Angelina Jolie, nem da Catherine Zeta Jones e por aí vai... Neste caso devo confessar que gosto de ouvir pois me provoca muitas gargalhadas e me diverte, pela cara de inocente (forçada claro)...
Vou parar por aqui, pois a lista tá ficando muito longa e não quero deixá-lo de ego inflado (rsrsrs)! Mas quero acrescentar que com esta experiência aprendi que devemos aceitar as pessoas como elas são e olhá-las com olhos de amor. Todos nós temos defeitos, eles fazem parte da personalidade. Já imaginaram se ele fosse avesso à pessoa acelerada? Não estaríamos juntos até hoje! Ele me aceita como eu sou, com meus defeitos e limitações e por isto agradeço. Sei que podemos sobreviver a muita coisa desde que estejamos juntos um dando forças ao outro. 
Por hoje é isto pessoal, fico por aqui (meio acanhada pela exposição de sentimentos tão íntimos).

Beijos e sejam felizes sempre!

sábado, 4 de junho de 2011

PODEM ACREDITAR, ACONTECEU COMIGO!!!

Imaginem uma pessoa incrédula e multiplique por 1.000! Muito prazer, esta sou eu! Até quinta-feira passada, pois a partir deste dia tô acreditando até no coelhinho da Páscoa! Vamos para o "causo"... No mês de maio, comprei uma revista na banca, a Casa e Jardim. Os que já me conhecem sabem que AMO decoração e tudo que diz respeito a casa (exceto mofo, infiltação,cupins e afins). Daí, folheando a revista vi um anúncio de um concurso  Cultural para ganhar um futton (aquele colchão japonês de enrolar e carregar feito uma bolsa). Entrei lá no site e respondi a frase proposta e como havia mais três concursos rolando saí respondendo tudo, já que não estava fazendo nada... Esqueci do assunto, porque cá entre nós alguém já viu alguém ganhar alguma coisa? De verdade? Eu nunca vi!
Na quinta-feira porém, me mandaram um email, dizendo que minha frase tinha vencido o Concurso. Eu fiquei toda feliz, pois afinal de contas estava louca para ganhar o tal do Futton lindinho. Aí me pediram para ligar no telefone em SP da editora Globo e eu muito cética, antes de tudo liguei em outros 03 números que vi na revista, buscando algum sinal de que não se tratava de um golpe (hoje em dia tem golpe para tudo né). Segue o diálogo, quando enfim liguei no número que me passaram pelo email:
Eu: - Alô, boa noite. Recebi um email dizendo que venci o concurso cultural.
Moça: - Ah tá, tudo bem? Precisamos do seu CPF.
Eu: - Ok, mas sem querer ser abusada, será que posso escolher o vermelhinho?
Moça: - O quê vermelho?
Eu: - Ué, o Futton que ganhei!
Moça: - Seu nome não é Patrícia?
Eu: - Sim, isso mesmo.
Moça: - Você não ganhou o futton...
Eu sem deixar a moça terminar: - Ah que penaaaaaa, queria tanto o vermelhinho!!! O que ganhei então?
Moça: - Você venceu o concurso da Tok Stok.
Eu (que nunca fui de sonhar muito alto) - Ah é? Tá.... Aqui moça, o que eu ganhei então?
Moça: - 10 mil reais para gastar na Tok Stok como quiser!!
Eu (chocada, boquiaberta e congelada): - Ah tá, tchau. E desliguei o telefone na cara da coitada da moça.
Saí berrando pela casa e contei pro meu marido, que nem se deu ao trabalho de me ouvir direito e disse que eu era bobinha demais, tadinha. "Isto é golpe meu bem, que dó de você acreditar nestas coisas."
Para resumir o final, é o seguinte: GANHEI MESMOOOOOOOOO!!!! ERA VERDADE!!
Já saiu até publicado no site da Ed.Globo!! E o mais interessante: eu caprichei na resposta do Futton, queria muito ganhá-lo. Mas pelo visto, quando simplesmente falamos com o coração, sem nos preocuparmos com palavras bonitas e complicadas é que temos sucesso!!!
E viva o sonho, né gente!! Estou contando isto para a partir de hoje, vocês acreditarem mais. Em tudo: nos sonhos, na boa vontade alheia, na sorte, na compaixão e claro no amor!!
Deixo vocês com esta possibilidade gigantesca que é sonhar, viajar nos pensamentos...
Beijo e obrigada a todos que me deram parabéns e ficaram felizes com isto. Coisas boas acontecem, quando menos esperamos, acreditem!