sexta-feira, 6 de maio de 2011

O Conto de Fadas

Gente, não sei o que aconteceu comigo no dia do Casamento Real... Eu fiquei alucinada!!! Primeiro na TV durante toda semana anunciaram a data e horário do casamento. No início achei tudo muito chato, aquela insistência da mídia neste assunto. Mas, numa tarde em que estava de bobeira, coloquei em um canal a cabo e estava passando um programa sobre a Princesa Diana. Eu sempre fui super fã da Diana. Li algumas coisas sobre ela e muitas vezes reparei que naqueles eventos cheios de pompa, lá estava ela, linda, porém com um semblante muito triste! O que me fazia pensar: por que será que ela está tão tristonha, ela é uma princesa!!! Após alguns anos todos ficamos sabendo que o casamento era ruim e que a vida na realeza escondia muitas dores. Mas, ao que ia se aproximando o tal dia do Casamento de Príncipe Willian com uma plebéia, o bichinho da curiosidade foi me atacando e eu fui ficando ansiosa, de verdade! Eis que chegou o grande dia e liguei a TV logo cedinho, então peguei tudo bem no início, quando a noiva saía do hotel onde se preparou para o casamento. E uma alegria foi me invadindo e fui achando tudo lindo de morrer, cheio de pompas e detalhes, tudo muito encantador, como num conto de fadas! E assim fiquei do início ao fim, avaliando tudo e ouvindo opiniões de especialistas da moda, da etiqueta, da economia, da política. Todos tinham algo a dizer sobre o evento. Uma curiosidade: vcs sabem por que a cauda do vestido da Kate não foi tão longa quanto a do vestido da Diana? Porque a situação da Inglaterra hoje não é tão boa em termos financeiros como era na época de Lady Di! Então, seria ostentação falsa se a noiva usasse uma cauda gigantesca...Coisas de primeiro mundo, não é? Aqui no Brasil, vira e mexe vemos caudas gigantescas! Para nós acho que funciona ao contrário. O casamento é o momento princesa que nós temos para sonhar um pouco, para brilhar literalmente e arrasar no vestido que escolhemos. Por fim, fiquei injuriada por não terem mostrado a festa! Fizeram aquele alarde todo, eu me senti no direito de participar de tudo ué! Como assim? Na hora do bem bom, puseram a gente pra fora! Sei que fiquei muitos dias vendo tudo, conhecendo a história dos noivos, de como se conheceram... Tomara que este conto de fadas termine melhor que o outro né. Afinal o mundo precisa tanto de histórias com finais felizes!!

Um comentário:

Claudia disse...

Patyta, não é que é verdade!!No início foi exatamente como você ao me incomodar com tanta insistencia da mídia.Mas não é que no final estava lá eu grudada na TV e me senti, no começo,ridícula ao ficar encantada com toda aquela pompa e protocolo!!!Mas me indignei com meu marido ao ouvi-lo dizer:"E o que é que eu tenho com isso?O que é que essa porcaria muda na minha vida!"Gente...se meu olhar matasse o pobre já estaria enterrado!Pensei:muda tudo!!!É a confirmação de que tudo é possível nesta vida!!Até conto de fadas!!!É a nossa "criança" interna se realizando com a fantasia REAL!
Beijos!