quarta-feira, 11 de maio de 2011

Eu, ele e o TUFÃO

Estava tentando me lembrar de algo engraçado que aconteceu na minha vida. Mamãe me deu a dica de uma delas, e olha que são muitas, eu atraio situações inusitadas!
Casei, toda bonitinha, alegre e saltitante, tudo cor de rosa, às mil maravilhas e fui para uma lua de mel em Cancún (chiquérrima né). Primeira situação: a agência de turismo nos avisou na semana do casamento que nossa viagem tinha sido adiada por 5 dias! Imaginem nossa revolta né, doidos para ir ao que interessava, ou seja, o passeio romântico, tivemos que ir para um Hotel Fazenda esperar o dia da viagem...E ainda demos a "sorte " de encontrar gente conhecida no Hotel Fazenda ( NINGUÉM MERECE)! Revoltado, meu noivo foi até a agência e disse que queria o dinheiro de volta. Então eles, para não perderem a venda fizeram um upgrade na nossa viagem: classe executiva no vôo e um tal de hotel Hyatt. Ao chegarmos lá entendemos o significado do "agrado". Tinham nos colocado no único 5 estrelas da cidade na época!!!  Ótimo, minhas roupas estavam super de acordo: shorts, saias, camisetas, biquini e canga! Os demais hóspedes se vestiam de jóias, só para vocês entenderem o cenário... Daí, resolvemos não ligar e aproveitar o passeio. Ficávamos na rua o tempo todo, vendo isto e aquilo. Enquanto isto, na TV local deram um aviso de Tufão. Exatamente, TUFÃO!! Coisa que aqui no Brasil, desconhecemos não é? Decidimos dar uma ida ao shopping pois estranhamos que tinha chegado um friozinho, e como só levamos trapinhos de calor, estávamos sem agasalho. Já na ida também achamos "curioso" o fato de não ter NINGUÉM nas ruas, passavam uns poucos carros e só!
De repende começou uma ventania, mas era A Ventania, a mãe de todas as ventanias, a rainha mor!!! O vento começou a me empurrar, eu ia andando tipo correndo, empurrada pelo vento. Só para dar um detalhe: nesta época eu pesava 46 quilos, era muito fácil o vento me levar! Daí comecei a rir e o riso foi tomando proporção de gargalhada HISTÉRICA! Meu já marido viu um poste, me mandou agarrá-lo e me abraçou, também agarrado ao poste, para o TUFÃO não nos levar!!! Ele percebeu o que estava rolando e tratou de nos segurar, eu por minha vez...RINDO, GARGALHANDO SEM FÔLEGO!!!
Estão achando que terminou? O pior vem agora... Então, a bonitinha da recém casada, cheia de não me toques, toda charmosa, de tanto rir, fez xixi na calça. Aliás,na calça não, na sainha combinando com a blusinha, toda amarelinha e florida... QUE ROMÂNTICO, GENTE!!! Fazer xixi, na lua de mel, abraçada ao poste e ao marido... Era tudo que ele sonhava né! Então, filosofando um pouquinho, quero dizer que quando a situação parece ruim, SEMPRE PODE PIORAR!!!! E quero dizer também que nem sempre "rir é o melhor remédio!" Tô tentando muito não escrever kkkkk, pq estou aqui morrendo de rir, mas vocês sabem né, não pega bem escrever kkkkk...Fiquem aí, rindo da minha cara e deixem eu ir ali, controlar meu riso,antes que seja tarde! 
Bjos, até breve.

Um comentário:

Bárbara Saldanha disse...

kkkkkkkkkkk... passei mal de rir... só vc mesma, prima!!!! Bjooooooo