domingo, 8 de maio de 2011

História de uma MÃE

 

Antes de começar, quero mandar meu caloroso abraço a todas as mães que merecidamente possuem um dia só seu... Ser mãe é antes de tudo colocar-se em 2º, 3º, em último lugar! É um exercício de desprendimento, paciência e muita doação. Então, parabéns a todas, especialmente à minha, que me ensinou a ser forte, independente, honesta e acima de tudo: nunca, jamais me julgou pelos meus erros! Me corrigiu, me aconselhou, mas julgar NUNCA! Tomara que eu consiga ser assim com meus filhos, vou tentando, exemplo a seguir eu tenho, graças a DEUS...

Vou falar agora de uma mulher. Esta mulher se viu em determinado momento da vida, sozinha (sem marido) e com SEIS filhos para criar. Esta mulher era cabeleireira, em meados dos anos 50 e exerce levemente seu ofício até hoje, em forma de hobby.Pois bem, em determinado momento da vida, uma cliente lhe ofereceu uma linda gargantilha de ouro puro com uma medalha de Nossa Senhora, também em ouro puro. Ela não tinha condições para comprá-la, mas maravilhada tratou com esta cliente de pagar em serviços: corte, penteado, manicure, etc. Assim, fecharam o acordo e ela se deu este lindo presente... Passados alguns anos, um dia ela que já tinha dois filhos crescidos, um de 18 o outro de 16, que já contribuíam com um pouquinho para ajudar naquela dificuldade em que viviam, se viu às voltas com uma grande tristeza! Ela abriu seus armários e não havia NENHUM  alimento para a família.Esta senhora era uma batalhadora, jamais desistiu de trilhar seu caminho, por mais árduo que fosse! Afinal, ela tinha seis filhos, quatro ainda totalmente dependentes. Mas ela era MÃE e isto lhe bastava.Foi então que em seu momento de aflição, ela lembrou-se da única coisa de valor que possuía: a medalhinha de Nossa Senhora na gargantilha!E então ela saiu, firme, decidida, com um propósito na mente e no coração: melhorar os dias de sua família. E ela tentou até que conseguiu vender a medalhinha e encher seus armários, antes vazios, de alimento. Naquele momento, aquilo era seu maior tesouro uma cozinha cheia de comida...Esta mulher é minha AVÓ materna! Digo com toda franqueza que é a pessoa mais forte que já conheci na vida. E não pensem que é uma pessoa de aspecto sofrido, abatida. Ao contrário, é sorridente, vaidosa e muito LINDA! Hoje quando olha ao seu redor, enxerga outra riqueza, UMA FAMÍLIA. Uma família unida, de filhos, netos e bisnetos! Uma família que reconhece seu valor e se guia por seu exemplo de vida.Que as mães de hoje se espelhem nas mães de ontem. Que os filhos valorizem suas mães, todas elas de uma forma ou de outra buscam o mesmo: a felicidade de sua cria.Parabéns MAMÃES, sejam fortes, sejam doces, sejam ombro e sejam colo. Beijos e agradecimentos, sempre!

4 comentários:

Ana Maria disse...

GENTE!!! Chama a Gabi pra pentear meu cabelo e me ajudar a engolir meu choro,por favor!!Que homenagem maravilhosa que voce fez minha filha querida!Estou muito orgulhosa de voce.Sua avó ficará felicíssima quando tomar conhecimento,vou mostrar qd tiver oportunidade.Obrigada pela parte que me toca,percebo que fiz alguma coisa certa,pois vc é uma filha e uma mãe maravilhosa.Parabens para vc tb.Te Amo,bjuuuu

Bárbara Saldanha disse...

Nuuuuu, chama a Gabi pra mim tb... kkkkkkkk... lindo lindo lindoooooooo. Parabéns, poderosaaaaaaa. Beijo carinhoso!!!!!

Bárbara Saldanha disse...

Ahhhhhh... e vovó faz nossa tranças MARAVILHOSAS!!!! fashion demais!!!!! Amoooooooo.

anaalexigor disse...

Prima!!!!!!!!!!!
Ainda bem que tô tomando meu remedinho, senão o choro aqui teria sido incontrolável...(rsrsrs) Texto lindo, claro e honesto! Nossa Vó, enquanto exemplo de vida é insuperável! Me orgulho muito de pertencer a esta família! Bjim da prima que te ama...