domingo, 29 de maio de 2011

As Mulheres e as Unhas



Gente, tô p...da vida! Eu li uma reportagem numa revista feminina, onde publicaram uma pesquisa feita com homens de várias idades sobre "cor de esmalte". Então, estava toda relax, folheando minha revista novinha e olha que absurdo: uma grande porcentagem de homens disse que mulheres que usam esmaltes vermelho e pink, são fogosas e boas para saírem, mas (tô boba), somente mulheres que usam esmaltes clarinhos são para casar!!!! Chocada!!! Desde quando esmalte diz algo sobre o caráter e personalidade da pessoa???
Então pensei cá com meus botões: deveriam publicar numa revista masculina uma pesquisa com mulheres, sobre por exemplo...sapatos masculinos.Seria mais ou menos assim: Homens que usam tênis - são infantis, homens que usam sapatênis, dependendo da idade - não querem entender que estão ficando coroas e homens que usam sapato social -  ahhh estes sim são para casar!!! Entenderam, como isto é RIDÍCULO??? E olha que quem vos escreve é uma mulher bastante chegada em tons clarinhos e pastéis, mas tenho muitas amigas que gostam, usam, abusam e arrasam com unhas vermelhas, vinho e pink!
Como diria uma amiga minha " tô de bobs"!! Maior falta de assunto! Acho que as revistas poderiam pensar um pouquinho antes de publicarem coisas que nos remetem aos tempos das cavernas. E, me desculpem as preocupadas, no dia em que começarmos a pintar a unha como forma de encontrar um relacionamento informal ou sério, perderemos o que nos é tão singular, enquanto mulheres: criatividade, vaidade, liberdade para combinar cores na hora de montar um look!!!
E tenho dito! Bjos a todos, até breve.
PS: só de pirraça pintei minhas unhas de púrpura da Risqué (ficou show)!!!

sexta-feira, 20 de maio de 2011

O DESPERTADOR FANTASMA


Então, vocês se lembram da Penélope (minha amiga para qual uso codinome)? Pois é, Penélope é um poço de inspiração para mim, uma vez que tudo que há de mais hilário e impensável, acontece na vida dela. E eu lógico, pego carona e me divirto à bessa! PS: ela me autoriza publicar.
Vamos lá... Penélope morava sozinha, numa casinha geminada, em uma cidade ao sul de Minas. Todos sabemos que casas geminadas dividem parede com o vizinho, o que nos permite ouvir além da conta às vezes. Um belo dia, Penélope ganhou da turma do escritório um enfeite e como era muito bonitinho,ela optou por deixá-lo alegrando a sala, no andar de baixo. Nos dias seguintes ela começou a ser acordada por um barulho irritante que vinha de seu vizinho. Era um despertador que tocava até cansar, sem que ninguém o desligasse. A srta Penélope, que de calminha não tem nada, começou uma saga de protestos: espancava a parede que fazia divisa com vizinho aos berros, às 3 da manhã (horário do maldito barulhinho), xingava pela janela, enfim, fazia um ESCÂNDALO! Fico imaginando a cena: ela toda descabelada, berrando sozinha dentro de casa.Os vizinhos não se manisfestavam, o que lógico, a irritava ainda mais! Até um dia em que o namorado resolveu ficar e dormir na casa dela. Assim que o barulhinho começou, ela, feito uma ninja já saltou da cama e foi espancar a parede e berrar com vizinhos!! O namorado, assustado com aquilo e sendo sujeito pacato de cidade de interior, desceu as escadas, seguindo o barulhinho. EIS que o moço chegou ao lindo enfeite da sala que misteriosamente estava fazendo o tal sonzinho irritante! MISTERIOSAMENTE, na versão da Penélope né! Porque com dois minutos o sujeito percebeu que o enfeite era um DESPERTADOR, nas horas vagas... A coitada não sabia onde enfiar a carinha, tamanho embaraço frente ao namorado que à esta altura já reavaliava a sanidade mental da pobrezinha. HILÁRIO! O melhor de tudo foi quando ela resolveu mexer no vespeiro e ir se desculpar com os vizinhos, que calmamente disseram: "Ôh minha filha, a gente entende, moça nova, morando sozinha dá uns surtos mesmo." Como assim??? Moça  nova morando sozinha surta??? Isto para mim é novidade né!
Enfim, este episódio é somente um da vida da minha querida amiga, que em comum comigo tem uma lista GIGANTESCA de manotas!!!
Ficamos assim então, até a próxima. Bjokas.

sexta-feira, 13 de maio de 2011

Malvada TPM



Hoje acordei com a malvada da TPM!!! Jesus toma conta, toma conta dos pobres coitados que são obrigados a conviver comigo nestes dias...Tô me lembrando da expressão de um médico que me foi indicado por outro, quando me perguntou o que sinto quando estou de TPM. Eu prontamente disse: “ é o seguinte, eu tenho vontade de matar alguém... A GARFADAS!!” Ele me olhou com uma cara de assustado, que achei até engraçado sabe. Mas é isto mesmo que eu sinto!! Daí me receitou florais!! Alouuuu, acorda doutor!! Floral não vai segurar minha fúria não! Me dá logo uma boa dose de Lexotan ou quem sabe Rivotril, algo que me apague por uns 5 dias e que me poupe e aos demais de passar pelo estresse e desconforto da MALDITA!!!
Sério, podiam inventar um local de retiro para mulheres em TPM, mas acredito que a possibilidade de uma avançar na outra é  o que torna o projeto meio difícil de ser implementado, não é?
Se a gente não precisasse trabalhar, cuidar de filhos, olhar a casa, o marido e  o cachorro (além de outras coisinhas básicas) , o ideal seria mesmo uma retirada estratégica, tipo pra Marte! Ah não, pra Marte não rola já que os "Homens são de Marte"...  Tô super fora, quero distância de homens nestes dias!!!...E como se não bastasse, “enfio a cara” no chocolate e ganho uns quilinhos extras...
Ufa, vou fazer o seguinte: dar um tempo, caminhar para produzir Serotonina e dormir. Até que a vontade de chorar o dia INTEIRO, morder o cachorro, xingar a garota da padaria, garfar o marido (coitado) e o principal, cortar o cabelo beeeem curto, me abandone. Sai, TPM, larga este corpo que não te pertence!!!


quarta-feira, 11 de maio de 2011

Eu, ele e o TUFÃO

Estava tentando me lembrar de algo engraçado que aconteceu na minha vida. Mamãe me deu a dica de uma delas, e olha que são muitas, eu atraio situações inusitadas!
Casei, toda bonitinha, alegre e saltitante, tudo cor de rosa, às mil maravilhas e fui para uma lua de mel em Cancún (chiquérrima né). Primeira situação: a agência de turismo nos avisou na semana do casamento que nossa viagem tinha sido adiada por 5 dias! Imaginem nossa revolta né, doidos para ir ao que interessava, ou seja, o passeio romântico, tivemos que ir para um Hotel Fazenda esperar o dia da viagem...E ainda demos a "sorte " de encontrar gente conhecida no Hotel Fazenda ( NINGUÉM MERECE)! Revoltado, meu noivo foi até a agência e disse que queria o dinheiro de volta. Então eles, para não perderem a venda fizeram um upgrade na nossa viagem: classe executiva no vôo e um tal de hotel Hyatt. Ao chegarmos lá entendemos o significado do "agrado". Tinham nos colocado no único 5 estrelas da cidade na época!!!  Ótimo, minhas roupas estavam super de acordo: shorts, saias, camisetas, biquini e canga! Os demais hóspedes se vestiam de jóias, só para vocês entenderem o cenário... Daí, resolvemos não ligar e aproveitar o passeio. Ficávamos na rua o tempo todo, vendo isto e aquilo. Enquanto isto, na TV local deram um aviso de Tufão. Exatamente, TUFÃO!! Coisa que aqui no Brasil, desconhecemos não é? Decidimos dar uma ida ao shopping pois estranhamos que tinha chegado um friozinho, e como só levamos trapinhos de calor, estávamos sem agasalho. Já na ida também achamos "curioso" o fato de não ter NINGUÉM nas ruas, passavam uns poucos carros e só!
De repende começou uma ventania, mas era A Ventania, a mãe de todas as ventanias, a rainha mor!!! O vento começou a me empurrar, eu ia andando tipo correndo, empurrada pelo vento. Só para dar um detalhe: nesta época eu pesava 46 quilos, era muito fácil o vento me levar! Daí comecei a rir e o riso foi tomando proporção de gargalhada HISTÉRICA! Meu já marido viu um poste, me mandou agarrá-lo e me abraçou, também agarrado ao poste, para o TUFÃO não nos levar!!! Ele percebeu o que estava rolando e tratou de nos segurar, eu por minha vez...RINDO, GARGALHANDO SEM FÔLEGO!!!
Estão achando que terminou? O pior vem agora... Então, a bonitinha da recém casada, cheia de não me toques, toda charmosa, de tanto rir, fez xixi na calça. Aliás,na calça não, na sainha combinando com a blusinha, toda amarelinha e florida... QUE ROMÂNTICO, GENTE!!! Fazer xixi, na lua de mel, abraçada ao poste e ao marido... Era tudo que ele sonhava né! Então, filosofando um pouquinho, quero dizer que quando a situação parece ruim, SEMPRE PODE PIORAR!!!! E quero dizer também que nem sempre "rir é o melhor remédio!" Tô tentando muito não escrever kkkkk, pq estou aqui morrendo de rir, mas vocês sabem né, não pega bem escrever kkkkk...Fiquem aí, rindo da minha cara e deixem eu ir ali, controlar meu riso,antes que seja tarde! 
Bjos, até breve.

domingo, 8 de maio de 2011

História de uma MÃE

 

Antes de começar, quero mandar meu caloroso abraço a todas as mães que merecidamente possuem um dia só seu... Ser mãe é antes de tudo colocar-se em 2º, 3º, em último lugar! É um exercício de desprendimento, paciência e muita doação. Então, parabéns a todas, especialmente à minha, que me ensinou a ser forte, independente, honesta e acima de tudo: nunca, jamais me julgou pelos meus erros! Me corrigiu, me aconselhou, mas julgar NUNCA! Tomara que eu consiga ser assim com meus filhos, vou tentando, exemplo a seguir eu tenho, graças a DEUS...

Vou falar agora de uma mulher. Esta mulher se viu em determinado momento da vida, sozinha (sem marido) e com SEIS filhos para criar. Esta mulher era cabeleireira, em meados dos anos 50 e exerce levemente seu ofício até hoje, em forma de hobby.Pois bem, em determinado momento da vida, uma cliente lhe ofereceu uma linda gargantilha de ouro puro com uma medalha de Nossa Senhora, também em ouro puro. Ela não tinha condições para comprá-la, mas maravilhada tratou com esta cliente de pagar em serviços: corte, penteado, manicure, etc. Assim, fecharam o acordo e ela se deu este lindo presente... Passados alguns anos, um dia ela que já tinha dois filhos crescidos, um de 18 o outro de 16, que já contribuíam com um pouquinho para ajudar naquela dificuldade em que viviam, se viu às voltas com uma grande tristeza! Ela abriu seus armários e não havia NENHUM  alimento para a família.Esta senhora era uma batalhadora, jamais desistiu de trilhar seu caminho, por mais árduo que fosse! Afinal, ela tinha seis filhos, quatro ainda totalmente dependentes. Mas ela era MÃE e isto lhe bastava.Foi então que em seu momento de aflição, ela lembrou-se da única coisa de valor que possuía: a medalhinha de Nossa Senhora na gargantilha!E então ela saiu, firme, decidida, com um propósito na mente e no coração: melhorar os dias de sua família. E ela tentou até que conseguiu vender a medalhinha e encher seus armários, antes vazios, de alimento. Naquele momento, aquilo era seu maior tesouro uma cozinha cheia de comida...Esta mulher é minha AVÓ materna! Digo com toda franqueza que é a pessoa mais forte que já conheci na vida. E não pensem que é uma pessoa de aspecto sofrido, abatida. Ao contrário, é sorridente, vaidosa e muito LINDA! Hoje quando olha ao seu redor, enxerga outra riqueza, UMA FAMÍLIA. Uma família unida, de filhos, netos e bisnetos! Uma família que reconhece seu valor e se guia por seu exemplo de vida.Que as mães de hoje se espelhem nas mães de ontem. Que os filhos valorizem suas mães, todas elas de uma forma ou de outra buscam o mesmo: a felicidade de sua cria.Parabéns MAMÃES, sejam fortes, sejam doces, sejam ombro e sejam colo. Beijos e agradecimentos, sempre!

sexta-feira, 6 de maio de 2011

O Conto de Fadas

Gente, não sei o que aconteceu comigo no dia do Casamento Real... Eu fiquei alucinada!!! Primeiro na TV durante toda semana anunciaram a data e horário do casamento. No início achei tudo muito chato, aquela insistência da mídia neste assunto. Mas, numa tarde em que estava de bobeira, coloquei em um canal a cabo e estava passando um programa sobre a Princesa Diana. Eu sempre fui super fã da Diana. Li algumas coisas sobre ela e muitas vezes reparei que naqueles eventos cheios de pompa, lá estava ela, linda, porém com um semblante muito triste! O que me fazia pensar: por que será que ela está tão tristonha, ela é uma princesa!!! Após alguns anos todos ficamos sabendo que o casamento era ruim e que a vida na realeza escondia muitas dores. Mas, ao que ia se aproximando o tal dia do Casamento de Príncipe Willian com uma plebéia, o bichinho da curiosidade foi me atacando e eu fui ficando ansiosa, de verdade! Eis que chegou o grande dia e liguei a TV logo cedinho, então peguei tudo bem no início, quando a noiva saía do hotel onde se preparou para o casamento. E uma alegria foi me invadindo e fui achando tudo lindo de morrer, cheio de pompas e detalhes, tudo muito encantador, como num conto de fadas! E assim fiquei do início ao fim, avaliando tudo e ouvindo opiniões de especialistas da moda, da etiqueta, da economia, da política. Todos tinham algo a dizer sobre o evento. Uma curiosidade: vcs sabem por que a cauda do vestido da Kate não foi tão longa quanto a do vestido da Diana? Porque a situação da Inglaterra hoje não é tão boa em termos financeiros como era na época de Lady Di! Então, seria ostentação falsa se a noiva usasse uma cauda gigantesca...Coisas de primeiro mundo, não é? Aqui no Brasil, vira e mexe vemos caudas gigantescas! Para nós acho que funciona ao contrário. O casamento é o momento princesa que nós temos para sonhar um pouco, para brilhar literalmente e arrasar no vestido que escolhemos. Por fim, fiquei injuriada por não terem mostrado a festa! Fizeram aquele alarde todo, eu me senti no direito de participar de tudo ué! Como assim? Na hora do bem bom, puseram a gente pra fora! Sei que fiquei muitos dias vendo tudo, conhecendo a história dos noivos, de como se conheceram... Tomara que este conto de fadas termine melhor que o outro né. Afinal o mundo precisa tanto de histórias com finais felizes!!

quinta-feira, 5 de maio de 2011

Amigas-Irmãs

Você tem amiga-irmã? Eu tenho algumas, poucas na verdade, pois este é um "cargo" de extrema importância para mim. Amiga-irmã é aquela que nos socorre quando necessitamos. Mas também é aquela que está sempre pronta para dar risada numa situação realmente sem sentido! Eu vou pedir licença
às minhas amigas irmãs, pois estou com vontade de fazer uma homenagem especial a uma delas. Esta minha amiga irmã, nem sempre foi minha amiga. Na verdade estava mais para inimiga! O que nos tornou inimigas? Hilário!!! O fato de na escola, ela e uma outra colega correrem gritando e fazendo barulho pelos corredores, no intervalo! Isto mesmo, isto me irritava ABSURDAMENTE! Até um dia em que uma outra amiga minha incluiu esta "inimiga" no grupo de trabalho e o destino se encarregou de nos tornar, ao longo dos anos, amigas-irmãs...
Esta minha amiga-irmã veio passar uns dias na minha casa e para surpresa geral (pois hóspedes costumam em determinado momento nos desgastar de alguma forma), foi tudo de bom!! Demos muita risada, lembramos situações vividas, choramos também, comemos bastante com e sem culpa, enfim, nos divertimos! Uma das boas lembranças que guardo desta recente vivência, foi quando ela apanhou uma toalha no varal e eu observava da janela da cozinha, sem que ela visse. Ela em passos lentos, foi lá, pegou a toalha, cheirou a toalha e fez uma cara de satisfação como de quem cheira um Channel nº 5! Fui ao encontro dela para entender o que se passava naquele singelo momento. Ela então me contou que o cheirinho da toalha estava muito agradável, pois secara no sol! Gente, vocês tem noção desta preciosidade?! Ela que mora em apartamento, como a maioria das pessoas, secava a tolha na sombra após o banho, uma vez que o sol já não estava lá... Vou falar uma coisa: fiquei tocada com isto. E volto a falar sobre a felicidade escondida nas pequenas coisas, nas coisas simples da vida. É muito bacana saber que neste mundo de vaidade além dos limites, de violência absurda e estresse total no dia a dia, há ainda quem aprecie as coisinhas boas que surgem a todo momento! Ah agora vem a homenagem: esta minha querida amiga irmã, daqui alguns dias vai dar à luz! Então quero dizer a ela que estou muito feliz em fazer parte deste momento tão iluminado da vida dela e que com ela aprendi muitas coisas ao longo da amizade: compaixão, simplicidade, entre outras... Que venha com muita saúde este novo serzinho!Sangue não significa nada quando se tem uma amiga irmã. Então, que tal você lembrar de uma amiga irmã e dar um alô a ela? É sempre bom demostrarmos aos amigos como são importantes em nossa vida, não é mesmo? Fico por aqui, já falei demais hoje! Bjos a todos.            

quarta-feira, 4 de maio de 2011

Espaguete com Almôndega

Enquanto mulher, me pego muitas vezes reparando em tudo ao mesmo tempo. Muita gente fala sobre felicidade, o que é, como encontrar...Pois bem, felicidade para mim é um conceito. Pensei muito em algo que pudesse definir como enxergo a felicidade. Vou dizer uma coisa: foi realmente difícil encontrar algo que traduzisse felicidade no cotidiano. Mas eis que surge na minha mente uma lembrança! Meu filho totalmente fã de cartoons, me contava de um episódio e sobre um personagem que só comia espaguete com almôndega. Ao dizer isto, ele fez aquele gesto de passar a lingua pelos lábios e soltou um " ai que vontade!". Mas, gente, foi uma expressão que veio do fuuundo do coração. Então, no dia seguinte, de surpresa, providenciei para que no almoço, fosse servido o tal prato, no capricho, claro! Gente, vocês não fazem idéia da carinha de felicidade suprema que meu filho fez ao ver uma simples travessa de espaguete com almôndegas! Foi uma alegria genuína, verdadeira, da alma mesmo. Fiquei pensando em como nós adultos dificultamos nossas vidas. É preciso tão pouco para causar felicidade em uma criança, já em nós, ufa, que suplício hein!
Quando será que perdemos esta capacidade de enxergar felicidade nas coisas simples da vida? Vamos tentar rever isto no nosso dia a dia, na correria do cotidiano estressante. Por exemplo: você já sorriu hoje? Eu já! Bjos

terça-feira, 3 de maio de 2011

As mulheres e as Rugas

Venho observando algumas mulheres que me cercam e lógico me autoanalisando, sempre! Por que será que temos esta mania de ficar contando nossas rugas, coitadas?! Uma grande amiga minha,que por motivo de privacidade chamarei aqui de Penelope, me ligou outro dia inconformada com o aparecimento de uma nova ruga... E adivinhem onde???? NO JOELHO!!!! Isto mesmo, no joelho rsrsrs! Como assim, gente, eu nem sabia que o joelho enrugava! Sei que ficamos cada uma de um lado reclamando das malditas. Eu por minha vez, motivada pela descoberta que rugas aparecem nos lugares mais impróprios, fui verificar em frente ao espelho.Qual não foi meu espanto em achar uma ruga, na barriga!!! Isto mesmo,olhe aí no seu espelho, é uma ruga que aparece abaixo dos seios e acima do umbigo. Aliás, não é bem uma ruga, está mais para "marca de expressão",é aquela marca que vai se formando nas dobras que a barriga dá quando nos sentamos... Então penso que temos algumas alternativas: sentar super eretas para que a marca não se forme ou não piore, usar creme antiidade na barriga e no joelho ou ainda ( a melhor delas) parar de olhar no espelho!! Sei que não tá mole não viu!!! Com tanta coisa para nos preocupar ainda mais isto! Nossa Senhora da Firmeza da Pele que nos acuda! Deixo um beijo de consolo a todas, fui...

segunda-feira, 2 de maio de 2011

Buscando um sentido

Hoje busco um sentido, um sentido para a vida. Falam para mim: "olhe ao seu redor,veja isto, veja aquilo"... Mas o que me incomoda mesmo é que quando olho para dentro de mim, vejo um vazio. Um vazio de sentido,entendem? Tipo "todo dia ela faz tudo sempre igual". Há um bichinho dentro de mim gritando: vamos mudar, acorda mulher!! Mas, normalmente, me deixo levar por meus afazeres e nada faço...
Pois bem, farei como nos Alcoólicos Anônimos: UM DIA DE CADA VEZ! Começo hoje não faltando ao Pilates, apesar do apelo da minha cama, que está gritando com os braços abertos: venha, venha curtir sua preguiça... Sai pra lá, cama, vou levar meu corpinho para malhar! Fui...